El Mapa de la Vida e El Corrector: aproximações e distanciamentos das representações literárias madrilenas a Nova Iorque

DSpace/Manakin Repository

El Mapa de la Vida e El Corrector: aproximações e distanciamentos das representações literárias madrilenas a Nova Iorque

Apresentar o registro completo

Título: El Mapa de la Vida e El Corrector: aproximações e distanciamentos das representações literárias madrilenas a Nova Iorque
Autor: Bettencourt, Sandra
Resumo: El Mapa de la Vida (Adolfo García Ortega, 2009) e El Corrector (Ricardo Menéndez Salmón, 2009), são dois romances contemporâneos que polarizam a discursividade literária acerca da experiência dos atentados a 11 de Março de 2004, na capital espanhola. O artigo propõe-se a questionar as diferentes representações literárias da cidade de Madrid num contexto de ansiedades e inseguranças, potencializado por esse acontecimento, através de uma reflexão que identifique as proximidades e singularidades com representações de diferentes naturezas: Haverá um discurso de uma identidade própria e local, ou de uma identificação e apropriação global (nomeadamente em relação ao 11 de Setembro)? E as representações literárias dialogam com outros média narrativos (as artes visuais e performativas), ou, pelo contrário, as suas vozes e silêncios são específicos de uma expressão literária? Deste modo, pretende-se que seja estabelecida uma rede de relações entre diferentes discursos sobre a construção da cidade (Madrid em primeiro plano) enquanto espaço da experiência do terror.
URI: http://hdl.handle.net/10437/4619
Data: 2012


Arquivos neste Item

Arquivos Tamanho Formato Visualizar
el_mapa_de_la_vida_e_el_corrector.pdf 445.3Kb PDF Visualizar/Abrir

Este Item aparece na(s) seguinte(s) Coleção(ções)

Apresentar o registro completo

Todo o Repositório


Pesquisa Avançada

Visualizar

Minha conta