Violência escolar: a percepção dos alunos e professores diante da violência na escola

DSpace/Manakin Repository

Violência escolar: a percepção dos alunos e professores diante da violência na escola

Show full item record

Title: Violência escolar: a percepção dos alunos e professores diante da violência na escola
Author: Carvalho, Maria do Socorro Figueiredo Machado
Abstract: A presente pesquisa está direcionada à conclusão do Mestrado em ciência s da E ducação d a Universidade Lusófona . F oi realizada numa escola d o Município de O linda, no Estado de Pernambuco, a terceira maior cidade d o estado , fica ndo atrás apenas do Recife (capital) e d a cidade de Jaboatão dos Guararapes , abriga uma população de 377.779 habitantes. A cidade de Olind a detém uma taxa de densidade demográfica de 9.068,36 habitantes por quilômetros quadrados, a maior do Estado. Possui 41,68 km² de extensão territorial (d ados do IBGE/2010). A Escola Cô nego Jonas Taurino, institu í ção escolhida para a nossa pesquisa, foi fundada em 1974 e possui 843 alunos matriculados e 53 professores efetivos . Entretanto, nossa pesquisa limitou - se aos estudantes do ensino fundamental de (quinta a oitava série), totalizando 35 0 discentes e aos professores do ensino fundamental de (quinta a oitava série), totalizando 08 docentes. A pesquisa realizada na forma de um estudo de caso simples, de natureza qualitativa e quantitativa , teve como objetivo diagnosticar a percepção dos alunos e professores sobre a violência escolar. A análise dos dados quantitativos foi realizada por meio do programa SPSS 18.0, enquanto a análise dos dados qualitativos foi orientada pela análise de discurso. Os resultados ide ntificaram 05 problemas relacionados com a violência na escola e 02 problemas que estão diretamente relacionados com a família. Ao nos referirmos aos problemas da violência, foi constatado que o entorno da escola foi eleito pelos professores em primeiro lu gar como o espaço mais violento; e em segundo lugar o espaço interno da escola. O maior problema que os professores encontram no cotidiano da escola, quanto à violência, está relacionado a o bullying. Em seguida , pode - se apontar que o mal estar docente, o q ual também é considerado um grande problema para os professores e que muito interferem na s suas relações de convivência e de ensino na escola. Na relação professor e aluno, a m aioria dos profesores considera que os alunos não tê m respeito pela equipe docen te , tornando assim a convivência conturbada e novamente interferindo no ensino apre ndizagem. Com relação à família; os profess ores, na sua maioria, considera m que a família s dos alunos encontra m - se desestruturada s, podendo influenc iá - los à violência . No en tendiment o destes professores, só com a participação efetiva da família, poderia haver convivência pacífica.This research is directed toward completion of the master course in science education ma de in partnership with Fatin (theological college b uilt) and Lusophone University. Our research was conducted in a school in Olinda, city of Pernambuco. Olinda is the third largest city of Pernambuco, concede behind stay only to City Jaboatão Guararapes and Recife (capital) , housing a population of 377 779 inhabitants. The city holds a charge density of 9068.36 inhabitants per square kilometers, the largest in the state. Has 41.68 km ² of land area (data IBGE/2010). The School C ônego Jonas Taurino, institutio n chosen for our research, was founded in 1974 and has 843 students enrolled and 53 teachers teaching the same. However, our research was limited to high school students (fifth to eighth grade), totaling 319 students. The same was to investigate school vio lence from the perception of students and teachers. Diagnosing problems with violence in school daily. Quantitatively identify what are the causes of outbreaks of violence in the school and in its surroundings. Identify what is the perception of students a nd teachers about school violence. The quantitative analysis of the data was performed using the SPSS 18.0 program, while the qualitative analysis of the data was guided by discourse analysis. The results identified five problems related to violence in sch ool and two problems that are directly related to the family. When referring to the problems of violence, it was found that the school environs was elected by teachers in the first place as the most violent space, and secondly the internal space of the sch ool. The biggest problem that teachers found in everyday school life, as the violence associated with bullying. Then we can point out that the malaise teacher, is also considered a major problem for teachers and much interfere in their relations of living and teaching in school. In relation between teacher and student, the most teacher consider that students have no respect for them, thus making the troubled coexistence and again interfering in teaching learning. About the families, most teachers consider t hat this family lies unstructured, thus making these violent students. In understanding these teachers, only with the involvement of the family, there could be peaceful coexistence
Description: Orientação: Maria das Graças Andrade Ataíde de Almeida ; Co-orientação: Óscar C. de Sousa
URI: http://hdl.handle.net/10437/5780
Date: 2014


Files in this item

Files Size Format View Description
Maria Socorro Carvalho_para impressão (1).pdf 2.486Mb PDF View/Open Dissertação de Mestrado

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account