Vinculação, memórias de cuidados parentais e autoestima em adultos

DSpace/Manakin Repository

Vinculação, memórias de cuidados parentais e autoestima em adultos

Show full item record

Title: Vinculação, memórias de cuidados parentais e autoestima em adultos
Author: Bento, Vânia Filipa Veiga
Abstract: A Teoria da Vinculação (Bowlby, 1990) dá a conhecer a importância do envolvimento parental (Rocha, Mota, & Matos, 2011) e como este se repercute na autoestima do sujeito adulto (Demidenko, Tasca, Kennedy, & Bissada, 2010). Como tal o principal objetivo deste estudo foi analisar a relação entre a vinculação, memórias de cuidados parentais e autoestima. Esta investigação permitiu reconhecer a diferenciação entre indivíduos seguros e inseguros e como estes padrões se relacionam com as variáveis enunciadas. Para tal, foi utilizada uma amostra de 200 indivíduos, 45 (22.5%) do sexo masculino e 155 (77.5%) do sexo feminino, com idades entre os 18 e os 59 anos (M = 28,74; DP = 10,00). Nesta investigação foi preparado um questionário sociodemográfico e aplicadas três medidas: Escala de Vinculação do Adulto (EVA; Canavarro., 1995), Memórias de Infância (EMBU; Canavarro., 1996; 1999) e o Questionário de Autoestima Global de Rosenberg (RSES; Faria., 2000). Os principais resultados sugerem diferenças estatisticamente significativas entre os grupos Seguro e Inseguro para as memórias dos cuidados parentais e autoestima e observa-se uma relação entre as variáveis vinculação, memórias de cuidados parentais e autoestima. Reconhece-se desta forma a influência da vinculação sobre a dimensão parental e consequente desenvolvimento da autoestima.The Attachment Theory (Bowlby, 1990) sets forth the importance of parental involvement (Rock, Mota, & Matos, 2011) and how it affects the self-esteem of the adult subject (Demidenko, Tasca, Kennedy, & Bissada, 2010).The main purpose of this study was to analyze the relationship between attachment, memories of parental care and self-esteem. This research allowed us to recognize the distinction between secure and insecure individuals and how these patterns relate to the presented variables. For this aim a sample of 200 individuals were used, 45 (22.5%) were male and 155 (77.5%) females, ranging in age from 18 to 59 years (SD=10.00). For this investigation a socio-demographic questionnaire was prepared and also applied three measures: Escala de Vinculação do Adulto (EVA; Canavarro., 1995), Memórias de Infância (EMBU; Canavarro., 1996; 1999) and Questionário de Autoestima Global de Rosenberg (RSES; Faria., 2000). The results suggest statistically significant differences between Secure and Insecure subjects in the parental rearing behaviour and self-esteem. A relationship among the variables attachment, parental rearing behavior and self-esteem were also found. This work recognized the influence and importance of attachment in the parental care and consequent development of self-esteem in the adult subject.
Description: Orientação: Fernanda Salvaterra
URI: http://hdl.handle.net/10437/6014
Date: 2014


Files in this item

Files Size Format View Description
Tese de Mestrad ... nto Revista - Completa.pdf 6.480Mb PDF View/Open Dissertação de Mestrado

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account