Estudo de ambientes térmicos quentes no sector da panificação : avaliação das condições de trabalho

DSpace/Manakin Repository

Estudo de ambientes térmicos quentes no sector da panificação : avaliação das condições de trabalho

Apresentar o registro completo

Título: Estudo de ambientes térmicos quentes no sector da panificação : avaliação das condições de trabalho
Autor: Leal, Ângela Catarina Duarte
Resumo: A avaliação do ambiente térmico no local de trabalho envolve o conhecimento e aplicação de conceitos e princípios tanto na averiguação da resposta humana ao ambiente térmico, quanto na utilização de métodos de medição. Como a temperatura do ar, a temperatura radiante, a humidade do ar, a velocidade do ar, o isolamento do vestuário e a taxa metabólica. Estes parâmetros devem ser relacionados e avaliados de forma objectiva e subjectiva, uma vez que, mais do que qualquer outro agente físico, os riscos potenciais à saúde para trabalhos em ambientes quentes dependem de factores fisiológicos que levam a uma variação da susceptibilidade em função do nível de aclimatação. Deste modo, torna-se pertinente investigar se a sensação térmica dos trabalhadores do sector da panificação corresponde aos resultados obtidos, recorrendo à aplicação de modelos matemáticos. Sendo assim, foi estabelecido um modelo de análise que identifica hipóteses a serem testadas. Com o desenvolvimento da investigação, considerou-se, ainda, adequada a verificação dos equipamentos de medição utilizados para avaliar as condições climáticas dos locais de trabalho, uma vez que estes não correspondiam aos requisitos dos instrumentos de avaliação. Da análise dos resultados obtidos foi possível verificar que, quanto aos equipamentos utilizados para a realização de medições, existiu a necessidade de encontrar um factor de correcção de uma temperatura de globo de 50 mm para um globo standard. Quanto aos resultados da investigação propriamente dita, foram confirmadas as hipóteses em estudo, os trabalhadores apresentam uma sensação térmica próxima dos valores avaliados, a qual depende dos anos de afectação ao sector. No entanto, foram verificadas algumas discrepâncias nos resultados obtidos, que indicam que para a avaliação do ambiente térmico quente não se deve recorrer apenas à utilização de métodos que avaliam factores físicos e fisiológicos. Devem, também, ser utilizados métodos que avaliam a resposta subjectiva dos trabalhadores, uma vez que estes devem ser actores e não apenas objectos do processo preventivo.Evaluation of the thermal environment in the workplace involves the knowledge and implementation of the concepts and principles to human response to thermal environment and to measurement methods. Such as air temperature, radiant temperature, air humidity, air speed, the isolation of the clothing and the metabolic rate. These parameters must be related and evaluated in an objective and subjective perspective, because more than any other physical agent, potential health risks for work in hot environments depend on physiological factors which lead to variation on susceptibility depending on the level of acclima tization. In this way, it becomes pertinent to investigate whether the thermal sensation of the ba kery workers corresponds to the results obtained through the application of mathematical mo dels. So it was established a model of analysis that identifies hypotheses to be tested. With this research it was considered adequate to verify the measuring equipment used to evaluate wea ther conditions of the workplaces, since these did not correspond to the requirements of the evalu ation tools. With the analysis of the obtained results it was possible to verify that the equipment used to perform measurements, need a temperature correction factor of 50 mm to a globe to the standard globe. The results of the investigation itself, confirmed the hypotheses under study, workers’ thermal sensation close to the evaluated values, depending on the years of employment in the sector. However, some discrepancies were observed on the results obtained that encourage to hot thermal environment evaluation should not resort only to use methods t hat evaluate physical and physiological factors. Must also be used methods to assess the subjective response of workers, since these should be actors and not just objects of the preventive process.
Descrição: Orientação : Miguel Corticeiro Neves
URI: http://hdl.handle.net/10437/6031
Data: 2014


Arquivos neste Item

Arquivos Tamanho Formato Visualizar
Dissertacao_ Angela Leal.pdf 2.072Mb PDF Visualizar/Abrir

Este Item aparece na(s) seguinte(s) Coleção(ções)

Apresentar o registro completo

Todo o Repositório


Pesquisa Avançada

Visualizar

Minha conta