Relação entre o nível de prática de atividade física, a qualidade da motivação para a aula de EF e a percepção do uso de estratégias motivacionais por parte do professor em alunos do 3º ciclo e ensino secundário

DSpace/Manakin Repository

Relação entre o nível de prática de atividade física, a qualidade da motivação para a aula de EF e a percepção do uso de estratégias motivacionais por parte do professor em alunos do 3º ciclo e ensino secundário

Show full item record

Title: Relação entre o nível de prática de atividade física, a qualidade da motivação para a aula de EF e a percepção do uso de estratégias motivacionais por parte do professor em alunos do 3º ciclo e ensino secundário
Author: Pacheco, Gonçalo Cardoso Toco Bernardo
Abstract: Introdução: Com este estudo pretende-se analisar a relação entre o nível de prática de AF, a qualidade da motivação para a aula de EF e a percepção que os alunos do 3º ciclo e secundário têm do uso de estratégias motivacionais por parte do professor de EF. Método: Participaram neste estudo 1431 alunos de várias escolas do distrito de Lisboa, 706 do género masculino e 751 do género feminino com idades compreendidas entre os 11 e 26 anos (M=15,41 e DP=2,00) a frequentarem o 3º ciclo do ensino secundário. Foram utilizadas as versões portuguesas de três questionários para medir: a) as motivações/regulações motivacionais dos alunos para a aula de EF; b) a sua percepção de apoio às necessidades psicológicas básicas; e c) a percepção do uso de estratégias controladoras. A comparação entre os grupos de AF foi feita com testes ANOVA. Resultados: Registaram-se valores mais elevados para os alunos que praticam desporto federado nos tipos de motivação mais autónomas (p<0,001), comparando com os restantes grupos (desporto escolar, desporto de lazer e apenas EF). O grupo do desporto federado registou valores mais elevados nas estratégias de suporte de autonomia (p=0,05). Foram observadas diferenças relevantes na percepção do uso de estratégias controladoras por parte do professor, quando comparados os diferentes grupos, tendo os alunos de desporto federado percepcionado um estilo mais controlador utilizado pelo professor de EF. Conclusões: O presente estudo verificou a existência de uma motivação mais reguladas de uma forma autónoma para os alunos que praticam desporto organizado, sobretudo no caso do desporto federado. Foi também observado que quanto maior for o nível de prática de AF, mais os alunos percepcionam, não só estratégias de suporte de autonomia, como também o uso de estratégias controladoras por parte do professor.Introduction: This study aims to analyze the relationship between the level of physical activity, the quality of the motivation for the class of Physical Education and the perception that students of the 3rd cycle and secondary school have of the use of motivational strategies from the teacher. Method: The sample consisted of 1431 students from different schools in the district of Lisbon, 706 males and 751 were female aged between 11 and 26 years (M = 15.41, SD = 2.00) attending the 3rd cycle and secondary education. The Portuguese versions of three questionnaires were used to measure: a) the motivations / motivational regulations of students in Physical Education; b) their perception of the basic psychological needs support; and c) the perception of the use of controlling strategies. To the comparison between physical activity groups, we used ANOVA tests. Results: We have recorded higher values for students who practice competitive sport in the most autonomous motivation forms (p<0,001), compared to other groups (school sports, leisure physical activity and just physical education). The competitive sports group registered higher values in autonomy support strategies(p=0,05). Significant differences were observed in the perception of the use of controlling strategies from the teacher. When comparing the different groups, the students who are engaged in competitive sports perceived a more controlling style used by the teacher of PE. Conclusions: This study demonstrated the existence of a more regulated motivation of an autonomous way for students who practice organized sport, especially in the case of competitive sport. It was also observed that the higher the level of physical activity, more the students perceived autonomy support strategies, but also the use of controlling strategies from the teacher.
Description: Orientação: António Labisa Palmeira
URI: http://hdl.handle.net/10437/6141
Date: 2014


Files in this item

Files Size Format View Description
Tese-Gonçalo Pacheco ULHT 2014.pdf 424.8Kb PDF View/Open Dissertação de Mestrado

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account