Influência das provisões sociais e da facilitação trabalho/família no stresse de trabalhadores do ensino superior

DSpace/Manakin Repository

Influência das provisões sociais e da facilitação trabalho/família no stresse de trabalhadores do ensino superior

Show full item record

Title: Influência das provisões sociais e da facilitação trabalho/família no stresse de trabalhadores do ensino superior
Author: Medinas, Edite de Jesus Bento Vieira 
Abstract: O principal objetivo desta investigação foi compreender o modo como através das relações sociais e da facilitação/enriquecimento do trabalho na família se desenvolvem recursos que os indivíduos necessitam quando se defrontam com situações de stresse. A amostra, de conveniência, foi constituída por 151 trabalhadores, 37 do género masculino e 114 do género feminino, com idades compreendidas entre os 20 e os 60 anos. Foram utilizados os instrumentos de medição ST-Satisfação com o Trabalho, SF-Satisfação na Família, F T/F-Facilitação do Trabalho na Família (Chambel & Marques-Pinto, 2008), PS-Provisões Sociais (Moreira & Canaipa, 2007) e SP-Stresse Percebido (Moreira, 2002) bem como dados sociodemográficos. Os resultados obtidos confirmaram que a satisfação familiar é superior à satisfação profissional. Verificaram-se diferenças de género na perceção de provisões sociais, na satisfação profissional e na perceção de stresse. Os resultados evidenciaram que os homens apresentaram níveis mais elevados de stresse em comparação com as mulheres. As mulheres com filhos obtiveram médias mais elevadas de provisões sociais e de satisfação profissional em comparação com os homens com filhos. Confirmando-se assim que as relações sociais significativas têm um efeito protetor perante situações percecionadas como stressantes e na mobilização de recursos e estratégias de facilitação/enriquecimento do trabalho na família e na satisfação familiar e profissional.The main objective of this research was to understand the way how through social relationships and the work-family facilitation/enrichment are developed resources that individuals need when they face against stressful situations. The convenience sampling was made up of 151 workers, 37 males and 114 females, with ages between 20 and 60. As assessment instruments both the, WS-Work Satisfaction, FS- Family Satisfaction, WFF-Work-Family Facilitation (Chambel & Marques-Pinto, 2008), SP-Social Provisions (Moreira & Canaipa, 2007) and PS-Perceived Stress (Moreira, 2002), aswell as sociodemographic data. The results confirmed that family satisfaction is higher than job satisfaction. There were gender differences for the perception of social provisions, professional satisfaction and the perception of stress. The results showed that men had higher levels of stress compared with women. Women with children obtained higher averages of social provisions and professional satisfaction compared to men with children. It is confirmed so that meaningful social relationships have a protective effect when faced with situations perceived as stressful and in the mobilization of resources and facilitation/enrichment strategies of work in family and in familiar and professional satisfaction.
Description: Orientação: Miguel Faria
URI: http://hdl.handle.net/10437/7128
Date: 2016


Files in this item

Files Size Format View
Temporario.pdf 12.34Kb PDF View/Open

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account