A qualidade da motivação dos alunos e o seu interesse/gozo nas aulas de educação física

DSpace/Manakin Repository

A qualidade da motivação dos alunos e o seu interesse/gozo nas aulas de educação física

Show simple item record

dc.contributor.advisor Veloso, Susana, orient.
dc.contributor.author Ferreira, Ana Catarina de Castro
dc.date.accessioned 2018-10-24T16:26:10Z
dc.date.available 2018-10-24T16:26:10Z
dc.date.issued 2013
dc.identifier.uri http://hdl.handle.net/10437/9039
dc.description Orientação: Susana Veloso pt
dc.description.abstract O presente estudo teve como objetivo investigar de que forma as variáveis da Motivação, segundo a Teoria da Autodeterminação, podem influenciar o Envolvimento Emocional dos alunos nas aulas de Educação Física (EF). A amostra do estudo foi constituída por 1378 alunos com uma média de 15 anos, dos quais 739 são alunos do 3º Ciclo do Ensino Básico e 595 do Ensino Secundário. Do total da amostra, 654 foram rapazes e 724 raparigas. Para avaliar a motivação dos alunos para as aulas de EF foi utilizado o questionário “Locus de Causalidade” (PLOCQ) onde estão as diferentes formas de regulação possível – Motivação Intrínseca, Regulação Identificada, Regulação Introjetada, Regulação Externa e Amotivação – e para o Envolvimento Emocional foi utilizado o questionário “Envolvimento na Educação Física” (EEF). Os resultados mostram que há uma relação positiva entre o Envolvimento Emocional e a Motivação Intrínseca, as Regulações identificada e Introjetada, existindo uma relação negativa com a Regulação Externa e a Amotivação. Quanto maior for a motivação autónoma dos alunos (Motivação Intrínseca e Regulação Identificada), maior será o seu Envolvimento Emocional nas aulas. Pelo contrário, se a motivação for maioritariamente controlada (Regulação Externa e Amotivação) menos importância será dada à EF e, consequentemente menor o Envolvimento Emocional. Verificou-se ainda que o Envolvimento Emocional e a idade apresentam uma relação significativamente negativa com todos os tipos de motivação em análise. Comparando entre géneros concluiu-se que os rapazes apresentam uma maior Motivação Intrínseca, Regulação Introjetada e Amotivação do que as raparigas, sendo também eles quem mais se envolve emocionalmente nas aulas. Pode então concluir-se que o aumento do envolvimento emocional dos alunos nas aulas de EF aumentará a sua motivação intrínseca, que consequentemente proporcionará mais prazer e interesse nas aulas, possibilitando uma maior probabilidade de no ano seguinte, os alunos participarem mais ativamente nas aulas de EF. pt
dc.description.abstract The present study aimed to investigate how the variables of motivation, according to the Self-Determination Theory, can influence the emotional involvement of students in physical education classes ( PE ) . The study sample consisted of 1378 students with an average of 15 years, of which 739 are students of the 3rd Cycle of Basic Education and 595 of the Secondary Education. Of the total sample, 654 were boys and 724 girls. To assess students' motivation for PE classes, we used the Locus of Causality questionnaire (Perceived Locus of Causality Questionnaire – PLOCQ), where the different forms of Regulation appear - Intrinsic Motivation , Identified regulation , Introjeted Regulation , External Regulation and Amotivation – and for Emotional Involvement was used the Involvement in Physical Education questionnaire (Engagement in Physical Education – EEF) . The results show that the higher the students' autonomous motivation (Intrinsic Motivation and Identified Regulation), the higher their Emotional Involvement in class. On the contrary, if the motivation is mainly controlled (Amotivation and External Regulation) less importance will be given to EF and consequently lower the Emotional Involvement. It was also found that the Emotional Involvement and age have a significantly negative relationship with all kinds of motivation in analysis. Comparing gender, boys present a more autonomous motivation, and so they have greater emotional involvement. It can be concluded that increasing Emotional Involvement of students in PE classes, will increase their intrinsic motivation, which in turn will provide more pleasure. and interest in PE lessons, enabling students to participate more actively in PE classes, in the next year. en
dc.format application/pdf
dc.language.iso por pt
dc.rights closedAccess
dc.subject MESTRADO EM ENSINO DA EDUCAÇÃO FÍSICA NOS ENS. BÁSICO E SECUNDÁRIO pt
dc.subject EDUCAÇÃO FÍSICA pt
dc.subject TEORIA DA AUTODETERMINAÇÃO pt
dc.subject MOTIVAÇÃO pt
dc.subject PHYSICAL EDUCATION en
dc.subject SELF-DETERMINATION THEORY en
dc.subject MOTIVATION en
dc.title A qualidade da motivação dos alunos e o seu interesse/gozo nas aulas de educação física pt
dc.type masterThesis pt
dc.identifier.tid 201391821 pt


Files in this item

Files Size Format View
Temporario.pdf 12.34Kb PDF View/Open

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account