O Bairro 1 de junho em Portimão : a evolução da sua arquitectura na apropriação do espaço

DSpace/Manakin Repository

O Bairro 1 de junho em Portimão : a evolução da sua arquitectura na apropriação do espaço

Show full item record

Title: O Bairro 1 de junho em Portimão : a evolução da sua arquitectura na apropriação do espaço
Author: Contenda, Patrícia Alexandra Maçano
Abstract: Este trabalho de dissertação sobre um projecto é o resultado de um estudo sobre a evolução da arquitectura na apropriação do espaço no Bairro 1 de Junho em Portimão. São abordados três temas principais: a problemática da habitação de interesse social em Portugal, o programa Serviço Ambulatório de Apoio Local (SAAL) e a apropriação do espaço verificada no bairro 1 de Junho. A habitação de interesse social sempre foi um tema delicado e que sempre gerou muitas questões, pois é o que apoia as famílias com grandes dificuldades económicas. A habitação deste género deve ser eficaz, barata, mas com condições de habitabilidade, assim como deve ser situada num meio urbano não marginalizado. Na procura de resolução desta problemática surgiu o Fundo Fomento de Habitação (FFH) com os seus vários programas para a prática de construção de habitações sociais. Dos programas criados pelo FFH, surgiu o SAAL pelas mãos do arquitecto Nuno Portas, Secretário de Estado na altura do 2º governo provisório, após o golpe de estado, a 25 de Abril de 1974. O programa SAAL teve a duração de dois anos, mas mesmo assim não deixou de ser um dos programas mais interessantes e fascinantes. Foi um projecto não só inovador nas práticas arquitectónicas e na integração destes bairros na cidade, como também foi um movimento de cooperação e voluntariado por parte dos técnicos em todo o país, envolvendo também a participação dos futuros moradores no processo. O SAAL teve o seu término a Outubro de 1976. Muitas das construções e dos moradores foram deixados sozinhos pelos técnicos e pelas entidades locais. Os próprios moradores tiveram de comprar os terrenos para poderem acabar as suas habitações. Assim, as habitações foram transformadas e não seguiram sempre o conceito do projecto de origem. Houve então a necessidade de estudar o tipo de interpretação do projecto aquando da execução da obra, bem como o processo evolutivo da habitação de acordo com as necessidades dos utentes com a subsequente apropriação do espaço verificada no Bairro 1 de Junho. Analisado este processo e as desvirtuações inerentes, procurou-se apresentar uma proposta em projecto que desse resposta às necessidades dos utentes, mas sem prejudicar o conceito subjacente ao projecto de origem.This dissertation about a project is the result of a study on the evolution of architecture in the appropriation of space in the Bairro 1 de Junho in Portimão. There are three main issues: the issue of social housing, the Ambulatory Service Local Support (SAAL) programe and the appropriation of space detected in Bairro 1 de Junho. The social housing has always been a sensitive issue and has always generated many questions, because it is what supports families with serious economic difficulties. The housing of this kind should be effective, cheap, but with living conditions, and should be located in an urban environment not marginalized. In seeking resolution of this issue arises the Housing Development Fund (FFH) with his various programs for the practice of building social housing. From the programs created by FFH, it cames the SAAL, by “the hands” of the architect Nuno Portas, Minister of State at the time of the 2nd Provisional Government after the coup, on April 25th of 1974. The SAAL program lasted two years, but it not ceased to be one of most interesting and fascinating programs. Because, it was a project that was not only innovative architectural practices and the integration of these neighborhoods in the city, also, it was a movement of cooperation and volunteerism on the part of technicians across the country, as, also led to, the involving the participation of future residents in the process. The SAAL had is end-October 1976. Many of the buildings and the residents were left alone by the technicians and local entities. The residentes, themselves had to buy the land in order to end their habitation. Therefore, the houses were transformed and didn’t always follow the concept of the original project. Then, there was the need to study the kind of interpretation of the project during implementation of the project, as well as, the evolutionary process of the housing according to the needs of users with the subsequent appropriation of space detected in Bairro 1 de Junho. Analyzed this process and the inherent distortions, sought to present a proposal on this project that meet the needs of users, but without harming the underlying source project concept.
Description: Orientação: Luís António Guizado de Gouveia Durão
URI: http://hdl.handle.net/10437/9212
Date: 2014


Files in this item

Files Size Format View Description
Dissertação Patrícia Contenda RECIL.pdf 5.336Mb PDF View/Open Dissertação de Mestrado

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account