The policy of transfer of curricular reforms between Spain and Brazil : towards the psychologization of education

Miniatura indisponível

Data

2022

Título da revista

ISSN da revista

Título do Volume

Editora

Edições Universitárias Lusófonas

Resumo

In order to adapt the organization and functioning of the educational system to the constitutional requirements derived from the document of 1978, the Spanish educational reform of the 1980s and 90s went beyond the national borders encompassing international spaces. In its broad and firm expansion to different countries of the Latin American orbit, we want to show how it had a special impact on the reform of the Brazilian education agreed in the nineties reflecting on its development, especially, in the PCNs (National Curricular Parameters). We approach this analysis, derived from the application of the Systematic Literature Review method, which we anticipate of high value and interest, from a threefold dimension that seeks to investigate the influences of Spanish educational policies on Brazil. Firstly, we make use of the essential and classic contribution on school culture made by Professor Escolano (2000). Secondly, we advance until we approach curriculum design (what we understand as“the discourse”) and its consequent projection. And finally, thirdly, we analyze the tensions between psychologists and pedagogues both in interpretative and academic terms that were illustrated in conferences, congresses, seminars and, of course, in the publication of books, articles and reports.
A reforma educacional espanhola das décadas dos anos oitenta e noventa do século passado, com o objetivo de adequar a organização e o funcionamento do sistema educativo aos requisitos constitucionais derivados do documento de 1978, transcendeu as fronteiras nacionais, abrangendo os espaços internacionais. Dada a sua ampla e firme expansão para diferentes países da órbita ibero-americana, queremos mostrar como ela teve um impacto especial na reforma educacional brasileira implementada na década dos anos 90, refletindo-se no seu desenvolvimento, especificamente, nos PCNs (Parâmetros Curriculares Nacionais). Esta análise, assente na aplicação do método da Revisão Sistemática da Literatura, que prevemos ser de alto valor e interesse, é abordada a partir de uma tripla dimensão que procura investigar as influências das políticas educacionais espanholas no Brasil. Em primeiro lugar recorremos à contribuição, essencial e clássica, sobre a cultura escolar defendida por Escolano (2000). Em segundo lugar, focámo-nos no desenho curricular (o que entendemos como “discurso”) e sua consequente projeção. E, por fim, em terceiro lugar, abordámos as tensões entre psicólogos e pedagogos, tanto em termos interpretativos quanto académicos, que se refletiram quer em conferências, congressos, seminários, quer em publicações (livros, artigos e relatórios). Palavras-chave: sistema educativo; reforma psicológica e pedagógica; influências das políticas educacionais; Espanha; Brasil.

Descrição

Revista Lusófona de Educação

Palavras-chave

EDUCAÇÃO, REFORMAS CURRICULARES, REFORMAS EDUCATIVAS, POLÍTICA EDUCATIVA, SISTEMAS EDUCATIVOS, EDUCATION, CURRICULUM REFORMS, EDUCATION REFORMS, EDUCATIONAL POLICY, EDUCATIONAL SYSTEMS

Citação