Utilize este identificador para referenciar este registo: https://recil.grupolusofona.pt/handle/10437/3443
Título: Criação de uma comunidade terapêutica nos Açores viabilidade política, social e económica
Autores: Amaro, António Duarte, orient.
Lima, Patrícia Freitas de
Palavras-chave: SERVIÇO SOCIAL
EXCLUSÃO SOCIAL
TOXICODEPENDÊNCIA
TERAPIAS
SOCIAL WORK
DRUG ADDICTION
SOCIAL EXCLUSION
THERAPIES
MESTRADO EM SERVIÇO SOCIAL - GESTÃO DE UNIDADES SOCIAIS E DE BEM-ESTAR
AÇORES
AZORES
Data: 2012
Resumo: A presente dissertação tem como temática a Toxicodependência e como objecto empírico de investigação a viabilidade Política, Social e Económica da Criação de uma Comunidade Terapêutica nos Açores. Em termos mais específicos o que se pretende provar cientificamente, é que é mais viável e sustentável a criação de uma comunidade terapêutica nos Açores, do que enviar os utentes para tratamento no território continental português. Utilizando uma abordagem de cariz quantitativo e qualitativo, através de técnicas como a pesquisa e análise documental, questionários por auto preenchimento, entrevistas qualitativas semiestruturadas e a análise de conteúdo, foram as bases metodológicas fundamentais para garantir o suporte explicativo da viabilidade política, social e económica da criação de uma Comunidade Terapêutica nos Açores. Neste contexto foram aplicados questionários a duas amostras distintas. A primeira constituída por profissionais de saúde que trabalhavam na área da toxicodependência para uma análise do ponto de vista técnico. A segunda constituída por membros da Assembleia Legislativa Regional dos Açores e órgãos do Governo Regional para uma análise do ponto de vista político, económico e social. Da análise dos resultados, conclui-se que, quer a análise financeira, quer a análise política, técnica e social efectuadas legitimam a viabilidade da criação de uma Comunidade Terapêutica na Região Autónoma dos Açores.
The theme of this dissertation is Drug Addiction and its investigation’s empirical objective the Political, Social and Economic viability of setting up a Therapeutic Community in the Azores. In more specific terms, what we aim to prove scientifically is that it is more viable and sustainable to set up a therapeutic community in the Azores than to send patients for treatment on Portuguese continental territory. Using a quantitative and qualitative approach, with techniques such as the research and analysis of documents, self-completion questionnaires, semi-structured qualitative interviews and content analysis, where the fundamental methodological basis is to ensure the explanatory grounds of the political, social and economic viability to set up a Therapeutic Community in the Azores. In this context, surveys were applied to two different samples. The first comprised by health professionals that worked in the area of drug addiction so as to obtain an analysis from a technical point of view. The second, comprised by members of the Legislative Regional Assembly of the Azores and members of the Regional Government to obtain an analysis from a political, economic and social perspective. From the analysis of the results, we conclude that both the financial and the political, technical and social analysis carried out justify the viability to set up a Therapeutic Community in the Autonomous Region of the Azores.
Descrição: Orientação : António Duarte Amaro
URI: http://hdl.handle.net/10437/3443
Aparece nas colecções:Biblioteca - Dissertações de Mestrado
Mestrado em Serviço Social - Gestão de Unidades Sociais e de Bem-Estar

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Criação de Uma Comunidade Terapêutica nos Açores.pdf1.92 MBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.